Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Outubro, 2015

Quando se chega a casa com fome e não se tem "nada" para comer - parte I

Pega-se na base de pizza de espelta integral (pré-feita e bio) e põe para lá o que está esquecido no frigorífico - tomates e pimentos a ficar enrugadinhos - rega-se com um fio de azeite ou faz-se um pesto inventado na hora (azeite, mangericão, alho e 1 noz) e polvilha-se com queijo parmesão (ou se quisermos versão VEGAN - 1 mão cheia de amêndoas tostadas) e algumas azeitonas - para ficar bem mediterrânica!
A acompanhar um copo de água ou, neste caso, de vinho vinho (só meio copo).

Nota: esta foto foi tirada depois de roubar um bocado antes de ir para a mesa, pois cheirava demasiado bem... :-) !

Quando te faltar a inspiração...

...respira e relaxa!

O que te nutre verdadeiramente?

A vida...
A vida é tanta coisa.
Às vezes é luz, às vezes é escuridão. Às vezes é quente, outras fria. Há dias que temos de caminhar descalços por pedras duras e pontiagudas, há outros que se pudéssemos rebolávamos no solo que pisamos. Pois há solos em que os pés não bastariam para sentir... Porque o solo cheira a terra, a ervas, a flores... porque é macio e tem a temperatura ideal, exatamente a mesma do nosso corpo. Às vezes as nuvens não nos deixam ver muito longe... podem até ficar tão densas, mas tão densas, que se convertem em chuva... em tempestade. Isto pode durar minutos, horas, dias, meses. Mas também sabemos que por detrás dessas nuvens existe sempre o sol, que não se cansa de nos visitar todos os dias e brilhar. Sabes, aqueles dias em que choveu e depois o céu ficou todo azul, iluminado por um sol radiante. Nesses momentos, e sobretudo nas cidades, conseguimos ver mais longe e de repente sem sairmos do sítio, tudo nos parece muito mais nítido. Claro! Era o banho que a terra …