Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Novembro, 2015

"Se eu pudesse novamente viver a minha vida..."

Perante as vulnerabilidades da vida humana, vem à memória aquele poema do humorista Don Herold, que fala sobre aquilo que ele faria se pudesse viver novamente a sua vida...

INSTANTES

Se eu pudesse novamente viver a minha vida,
na próxima trataria de cometer mais erros.
Não tentaria ser tão perfeito,
relaxaria mais, seria mais tolo do que tenho sido.

Na verdade, bem poucas coisas levaria a sério.

workshop: Alimentação Saudável para BEBÉS e CRIANÇAS

Qual é o seu perfil bionutricional? Como determiná-lo?

Primeiro deve estar a perguntar-se o que é o Perfil Bionutricional. Vamos chamar-lhe Terreno.

Então o que é isso de Terreno Bionutricional? Porquê é importante conhecê-lo para o seu bem estar quotidiano?
O nosso organismo é constituído por cerca de 10.000 a 30.000 milhões de células que se juntam em unidades específicas nos órgãos e cujo funcionamento equilibrado e harmonioso depende de aportes adequados em micronutrientes indispensáveis (oligoelementos, vitaminas, ácidos gordos essenciais, aminoácidos…).
Nos dias de hoje, é frequente perceber em contexto clínico, carências destes elementos, responsáveis pela falta de vitalidade numa primeira fase e a longo prazo desordens funcionais.Os fatores que comprometem o bom funcionamento do organismo são imensos:

"A religião deve ser como o sal na comida..."

Em tempos conturbados como os que se vivem hoje, começamos a questionar tudo o que antes não era questionado. Até certo ponto é saudável. O problema surge quando o questionamento é de tal ordem que se converte num fanatismo.
Sempre existiram assuntos como o álcool etílico, altamente inflamáveis... o futebol, a religião e a política, entre outros. Mas nunca a alimentação foi alvo de tamanha "inflamação". 
Entretanto, quanto mais lenha se vai atirando à fogueira, seja sob a forma de atitudes, comportamentos e reflexos na saúde, mais me lembro das palavras do bispo Dom António Alves Martins, homenageado através de um monumento em bronze, mesmo no centro de Viseu. Palavras essas gravadas na sua estátua afirmando que "A religião deve ser como o sal na comida, nem muito nem pouco, só o preciso."